Sistema Campo Limpo é apresentado em simpósio na 54ª Expo Agro de Dourados (MS)

Programa de logística reversa de embalagens vazias de defensivos agrícolas é abordado durante Simpósio Agrícola

A preocupação em compartilhar iniciativas sustentáveis na agricultura reflete-se no espaço crescente que o tema ocupa em eventos agrícolas. A programação da 54ª Expoagro Dourados, uma das principais feiras agropecuárias de Mato Grosso do Sul, incluiu palestra sobre a destinação de embalagens vazias de defensivos agrícolas. Durante o Simpósio de Agricultura, que aconteceu em 14 de maio, Hamilton Randon Flandoli, coordenador regional de Operações do inpEV (Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias), abordou o recebimento de embalagens vazias. O simpósio é parte do Expoagro, que acontece de 11 a 20 de maio, no Parque de Exposições de Dourados.

Exemplo de boa prática com responsabilidade e sustentabilidade, o Sistema Campo Limpo fez o Brasil tornar-se referência mundial no setor. “O Sistema já retirou dos campos brasileiros mais de 450 mil toneladas de embalagens, desde sua fundação, em 2002, até 2017. Neste ano, em que a central de recebimento de Dourados comemora 20 anos de atuação, é importante revitalizar as informações aos produtores rurais”, explica Flandoli, do inpEV. O Instituto é o núcleo de inteligência do Sistema na destinação das embalagens vazias e também na promoção de atividades de educação e conscientização ambiental.

Sobre o inpEV

Há 16 anos, o inpEV (Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias) atua como núcleo de inteligência do Sistema Campo Limpo nas atividades de destinação de embalagens vazias de defensivos agrícolas e promove ações de conscientização e educação ambiental sobre o tema, conforme previsto em legislação. É uma instituição sem fins lucrativos formada por mais de 100 empresas e nove entidades representativas da indústria do setor, distribuidores e agricultores.

Sobre o Sistema Campo Limpo

O Sistema Campo Limpo tem como base o princípio das responsabilidades compartilhadas entre todos os elos da cadeia produtiva (agricultores, fabricantes e canais de distribuição, com apoio do poder público) para realizar a logística reversa de embalagens vazias de defensivos agrícolas. O Brasil é referência mundial na destinação ambientalmente correta do material, encaminhando 94% de embalagens plásticas primárias para reciclagem ou incineração.

Informações para a imprensa:
Ogilvy PR - Daniela Mesquita - Tel.: 11 3024-9324 | daniela.mesquita@ogilvy.com


Fonte: