Voltar ao Site Principal

AGOSTO SETEMBRO 2019

Lideranças da Campo Limpo Tampas e autoridades descerram a placa de inauguração da unidade, em Taubaté (SP)

CAPA

Campo Limpo Tampas e Resinas Plásticas inaugura unidade em Taubaté (SP)

Evento reuniu cerca de 200 pessoas, entre autoridades e representantes do setor agrícola; diretor-presidente do inpEV e da Campo Limpo foi declarado embaixador da economia circular pelo secretário da Agricultura do estado

A comemoração do Dia Nacional do Campo Limpo, em Taubaté, no interior paulista, foi marcada pela Inauguração das novas instalações da Campo Limpo Tampas e Resinas Plásticas, no dia 16 de agosto. O Complexo Industrial de Taubaté ganhou mais 4.500 m2 para a fabricação das Ecocaps®, sistemas de vedação de embalagens de defensivos agrícolas. Elas são fabricadas a partir de tampas pós-consumo provenientes do Sistema Campo Limpo, fechando o ciclo de gestão dessas embalagens dentro do setor. A cerimônia teve transmissão pelo Canal Terra Viva.

 

Com capacidade de produzir milhões de Ecocaps® por ano, a nova fábrica contribui para promover o conceito de economia circular no Brasil. Presente ao evento de inauguração, o secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Gustavo Junqueira, identificou o diretor-presidente do inpEV e presidente da Campo Limpo, João Cesar M. Rando, como um embaixador da economia circular no agronegócio. “Você pensa em tudo o que acontece no agronegócio moderno. Quero te convidar para ser parceiro do estado de São Paulo.” Ele destacou ainda que o Sistema Campo Limpo é “um mecanismo de geração de riqueza, envolvendo as indústrias de agronegócio. O que se faz aqui, nessa nova fábrica, é gerar bons negócios. Representa um Brasil mais moderno e que veio para ficar".

Em seu discurso, Rando destaca a importância da nova fábrica na consolidação do Sistema como referência no mundo

Agradeço o engajamento dos agricultores brasileiros na construção de uma produção agrícola cada vez mais sustentável

JOÃO CESAR M. RANDO

As autoridades presentes (representantes dos governos federal, estadual e municipal) participaram do descerramento da placa de inauguração da nova fábrica e do acionamento de uma injetora, sinalizando, de forma simbólica, o início das atividades no novo local.

 

João César Rando destacou a importância dessa nova fábrica para o Brasil, consolidando a posição do Sistema Campo Limpo como referência no mundo. “Estamos em primeiro lugar na logística reversa dessas embalagens, na frente de países como França e Alemanha. O Brasil é líder mundial, com a destinação correta de 94% das embalagens plásticas primárias colocadas no mercado. Agradeço o engajamento dos agricultores brasileiros na construção de uma produção agrícola cada vez mais sustentável”, reforçou.

 

 

Gustavo Junqueira, secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, discursa na cerimônia de inauguração

 

 

O que se faz aqui, nessa nova fábrica, é gerar bons negócios. Representa um Brasil mais moderno e que veio para ficar

Gustavo Junqueira

Lição ao mundo

O relator do projeto que moderniza a aprovação dos defensivos, deputado federal Luiz Nishimori, vê com otimismo a inauguração dá fábrica. “É um dia especial para o setor. O inpEV trabalha em prol do meio ambiente. É um orgulho brasileiro que dá uma lição ao mundo”, afirmou.

 

Os deputados federais Arnaldo Jardim e Alceu Moreira, que também é presidente da Frente Parlamentar de Agricultura, destacaram a importância da expansão da reciclagem. “As ideias são boas e colocá-las em prática é melhor ainda,” destacou o deputado Alceu Moreira. E o deputado Arnaldo Jardim complementou: “O Brasil leva medalha de ouro, já que o país dá o devido cuidado para as embalagens. A inauguração desta fábrica é prova disso. O cuidado que se tem em reaproveitar o material de forma que não agrida o meio ambiente é prova de que estamos no caminho certo".

 

Marcos Aurélio Miranda, chefe de gabinete da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), destacou que a aprovação dos defensivos agrícolas pela Anvisa garante a segurança dos produtos e do produtor, assim como o Sistema Campo Limpo se preocupa com o agricultor e o meio ambiente. “O que o Sistema Campo Limpo faz é um exemplo do que o agronegócio é capaz,” afirmou.

 

Agricultor da região de Taubaté há quase 40 anos, Edson Viana, esteve presente na inauguração da fábrica e contou que, junto com o filho, sempre se preocupou com o descarte correto das embalagens de defensivos agrícolas. “A nova geração está mais atenta ao meio ambiente. No meu tempo isso não acontecia. Hoje eu percebo que as coisas estão evoluindo porque as pessoas estão realmente preocupadas em destinar corretamente”.

Uma dupla complementar: Ecocap® e Ecoplástica®

A Campo Limpo Tampas é subsidiária da Campo Limpo Reciclagem e Transformação de Plásticos, que fabrica a Ecoplástica®, desde 2008. As duas empresas comprovam que é possível ter soluções em embalagens que aliem alto desempenho e sustentabilidade.

 

O complexo onde estão localizadas em Taubaté atinge agora uma área de 23.000 m². A unidade opera de acordo com os conceitos de ecoeficiência e atua como um centro de desenvolvimento de novas tecnologias voltadas à reciclagem. Com parque fabril moderno e equipe de técnicos altamente especializados, a Campo Limpo desenvolve, em parceria com o cliente, soluções em embalagens inovadoras e personalizadas para atender a especificidades de diferentes linhas de produção.

Autoridades e lideranças presentes visitam instalações da fábrica de tampas

Secretário Gustavo Junqueira aciona injetora, simbolizando o início da operação da fábrica

VEJA TAMBÉM NESTA EDIÇÃO

Rumo a novas conquistas

Dia Nacional do Campo Limpo completa 15 anos de sucesso!

A contribuição da Coopercitrus para o sucesso do Sistema Campo Limpo

Programa de educação ambiental do inpEV torna-se referência internacional na ONU

InpEV participa da Estação Inovação da Enactus Brasil