Voltar ao Site Principal

MAIO JUNHO 2020

Desde 2018, o inpEV é um dos apoiadores dos eventos realizados pela Abrampa

Desde 2018, o inpEV é um dos apoiadores dos eventos realizados pela Abrampa

CAPA

A parceria promove este espaço para análise da lei e busca de soluções para a maior eficiência da política

CRISTINA SEIXAS GRAÇA

InpEV e Abrampa, juntos para aprimorar a gestão de resíduos sólidos

Cooperação entre as entidades permite gerar novas ideias e disseminar boas práticas

Se a gestão dos resíduos sólidos é um objetivo comum, ter mais braços remando na mesma direção é a melhor forma de atingir essa meta mais rapidamente. Com esse objetivo, o inpEV participa ativamente dos seminários realizados pela Abrampa (Associação Brasileira dos Membros do Ministério Público do Meio Ambiente) e, assim, busca contribuir para superar os desafios para a implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). Desde 2018, o Instituto é um dos apoiadores dos eventos realizados pela entidade – são seminários que acontecem em várias capitais do país e o congresso anual, com duração de três dias.

 

Enquanto o inpEV mostra como o exemplo do Sistema Campo Limpo tem sido bem-sucedido, a Abrampa comprova que é possível implantar um programa de logística reversa bem estruturado e eficiente. “A parceria é uma via de mão dupla. Uma das responsabilidades do inpEV é investir em educação e conscientização. Os eventos são uma excelente oportunidade de divulgar o Sistema Campo Limpo para um público que tem interesse na atividade. E é importante compartilhar o caso do Sistema, com resultados relevantes e bem regulado. Mostramos como estabelecer a logística reversa operando com excelência”, afirma Maria Helena Zucchi Calado, gerente de Sustentabilidade do inpEV, destacando ainda a importância para o inpEV de ter a oportunidades de dialogar com membros do Ministério Público.

 

 

Maria Helena Zucchi Calado fez palestra em seminário que aconteceu em Brasília (DF)

Maria Helena Zucchi Calado fez palestra em seminário que aconteceu em Brasília (DF)

 

A avaliação positiva da parceria também é feita pela Abrampa. “Tem sido relevante reunir em uma mesma mesa de debates o Ministério Público, os órgãos e instituições públicas, a sociedade civil, as empresas e os responsáveis pela recuperação de materiais recicláveis, e ainda os catadores desse material. A parceria promove este espaço para análise da lei e busca de soluções para a maior eficiência da política, alcançando maior sustentabilidade”, ressalta a presidente da entidade, Cristina Seixas Graça (leia entrevista completa).

 

Os eventos são uma excelente oportunidade de divulgar o Sistema Campo Limpo para um público que tem interesse na atividade

MARIA HELENA ZUCCHI CALADO

A instituição tem uma função agregadora. Une a área legal com as entidades que atuam no setor, permitindo o compartilhamento de boas práticas e a geração de novas ideias

MARIO FUJII

Concretização de boas ideias

 

Muito mais do que garantir o cumprimento da legislação, a Abrampa tem um papel importante como aglutinador na área de sustentabilidade. “A instituição tem uma função agregadora. Une a área legal com as entidades que atuam no setor, permitindo o compartilhamento de boas práticas e a geração de novas ideias. Surgem alternativas para que se criem processos para tornar real a destinação adequada dos resíduos. É a mão que fiscaliza e controla, mas também que objetiva, por meio de seus eventos e ações, tornar realidade a Política Nacional de Resíduos Sólidos em todo o território nacional e junto aos diferentes setores. Com isso, busca e incentiva a viabilidade da estruturação de cada setor, visando atender a economia circular”, complementa Mario Fujii, gerente de Logística do inpEV.

 

 

Mário Fujii participou do evento realizado em Goiânia (GO)

Mário Fujii participou do evento realizado em Goiânia (GO)

 

 

Mario cita como um bom exemplo a troca de experiências que gerou a implantação do MTR-online (Manifesto de Resíduos Sólidos). “É um instrumento de gestão de resíduos e fiscalização por parte dos órgãos ambientais quanto à geração, transporte e a destinação final destes materiais, desenvolvido pela Abetre (Associação Brasileira de Empresas de Tratamento de Resíduos e Efluentes), que, com apoio da Abrampa, viabilizou a utilização em vários Estados, como Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Minas Gerais e também junto ao Governo Federal, envolvendo os diversos setores no uso de um mecanismo de gestão eficiente e viável”, completa.

 

Diante dos desafios ambientais que a sociedade global precisa vencer, implantando o conceito de sustentabilidade, Mario destaca que, trabalhando juntos, os setores serão mais fortes e mais atuantes. “Assim, geramos sinergias que contribuem para a evolução de todos, mesmo do Sistema Campo Limpo, que é pioneiro ao realizar a logística reversa por meio de boa governança e do conceito de economia circular, e é reconhecido como modelo a ser seguido do ponto de vista da viabilidade do processo”, conclui.

Eventos são oportunidade de disseminação de boas práticas e novas ideias

Eventos são oportunidade de disseminação de boas práticas e novas ideias

VEJA TAMBÉM NESTA EDIÇÃO

João Cesar M. Rando Diretor-presidente do inpEV

Agilidade para cuidar de todos

Estudo de Ecoeficiência confirma benefícios ambientais do Sistema Campo Limpo

Estudo de Ecoeficiência confirma benefícios ambientais do Sistema Campo Limpo

Abrampa valoriza a contribuição do inpEV para a gestão de resíduos sólidos

Abrampa valoriza a contribuição do inpEV para a gestão de resíduos sólidos

Atleta do Projeto Ajudô passa em seletiva do clube Palmeiras

Atleta do Projeto Ajudô passa em seletiva do clube Palmeiras

InpEV promove palestra sobre reforma tributária para associados

InpEV promove palestra sobre reforma tributária para associados

Sistema Campo Limpo age com rapidez para ajudar a combater a covid-19

Sistema Campo Limpo age com rapidez para ajudar a combater a covid-19